Como todo caso de amor com a confeitaria, Mara Mello também abandonou uma carreira que considerava chata para mergulhar em calda de chocolate! A premiada chef levou sua experiência em administração para sua caminhada no mundo da confeitaria e, na entrevista concedida ao Essência, nos dá uma aula de empreendedorismo.

Conheça um pouco mais sobre a chef no Com açúcar, com afeto!

Chef Mara Mello

Mara, relembrar é viver! Conta um pouquinho sobre o início da sua carreira! O que a motivou a seguir o caminho da confeitaria?

Eu sempre gostei de ir para cozinha, desde pequena ficava inventando coisas e fazia doces quando ia para casa da minha avó. Às vezes pedia para ela comprar bolo pronto e danones e eu ficava montando bolo usando os danones de recheio. Adorava fazer bolos e tortas e levar na casa de amigos para o final de semana, e isso acabou rendendo alguns pedidos. Então dividia meu tempo de faculdade de administração com algumas encomendas de doces para amigos, que eu gostava muito de fazer. Trabalhei um pouco com eventos, mas quando chegou a época de fazer estágio e começar a pensar em um trabalho fixo pesou muito o fato de pensar em ficar dentro de um escritório o tempo todo, tirando xerox e coisas muito chatas. Voltei a trabalhar com eventos e fui me aproximando dos doces. Cada vez mais encomendas surgiam… Foi assim que descobri que queria fazer doces, ainda não sabia como ia fazer, mas foi assim que comecei aos poucos!

Em 1998 você abriu seu primeiro negócio, o Café Pâtisserie. Qual experiência você tirou dessa sua primeira empreitada e que te ajuda nos negócios atuais?

Abri o Café Pâtisserie assim que voltei de Nova Iorque. Após 2 anos de cursos e muita experiência, mas ainda achava que precisava trabalhar mais aqui, conhecer o mercado antes de abrir a pâtisserie. Mas as circunstâncias me levaram a abrir meu próprio negocio antes do esperado. Com o meu conhecimento de fora e muita pesquisa surgiu o café pâtisserie, um dos primeiros no gênero. Foi a minha melhor escola. Aprendi na marra e na raça. Me deu base para a minha carreira profissional e muito do que passei e vivi naquela época uso como lição e exemplo. Mas uma coisa muito importante que aprendi foi que você precisa saber fazer tudo que tem na sua empresa.

Hoje você tem o Mara Mello doces com venda apenas on line. Por que decidiu fechar a loja e se dedicar ao comércio on line?

A loja on line é uma tendência de mercado. Embora nessa área de alta confeitaria é incipiente. Mas com o fechamento da loja ela acabou sendo fundamental, pois antes ela era um complemento da loja física e hoje o site é a loja. O fechamento da loja se deu por um conjunto de acontecimentos, mas o mais forte foi o problema continuo com a prefeitura.

Na sua opinião, qual a maior dificuldade que o confeiteiro brasileiro encontra em seu negócio e na sua profissão?

Há um tempo, quando comecei, o grande desafio era encontrar matéria-prima de qualidade e tentar achar produtos similares que usava nos cursos que fazia na Europa. Hoje temos várias opções tanto importadas quanto nacional de qualidade. Exercitar a alta confeitaria com um preço acessível é um desafio, pois com o surgimento dos “doces gourmet” que tornam doces simples e tradicionais em produtos diferenciados, a competição em relação de preços ficou difícil!

No momento de criar um doce de onde vem sua inspiração?

Gosto de fazer pesquisas em revistas novas e antigas e sites. Mas gosto muito de ir em feiras e mercados, lojas de embalagens, coisas que instigam minha mente. Mas quando forço muito a criação de algo não vem, às vezes tenho algumas ideias do nada, fico semanas pensando e do nada dá um click.

Bolo denso de chocolate - MARAMELLO_TBF3256

confira a receita de Bolo denso de chocolate da chef Mara Mello – aqui

Você consegue definir seu estilo na confeitaria?

Acho um estilo atemporal e contemporâneo, pois uso as bases francesas com outras influências, americana, italiana, às vezes japonesas, enfim, não me limito a algo e vou onde minha imaginação me leva.

O que você busca comunicar através dos seus doces?

Muito sabor e simplicidade… prazer da primeira a última mordida.

produções maramello

os doces da chef que podem ser encomendados pelo seu site

Qual sua criação favorita?

Gosto de todos eles pois não consigo criar algo que não gosto. Mas de fato existem combinações que acho que tem mercado e não são meus favoritos. De tempos em tempos vou mudando os favoritos, quando crio outros que gosto mais. Segue alguns: meia lua de chocolate com limão, chocólatra, torta de nuts e a mini tortinha de frutas. Além do invencível petit four de chocolate com flor de sal…. irresistível !!!

Agora responda com uma palavra ou frase. A primeira que surgir na sua cabeça!

um sabor: chocolate
uma lembrança: gemada
uma vitória: trabalhar em alguns restaurantes renomados de Nova York
um desejo: continuar a fazer o que gosto e ter sucesso…. Sucesso é agradar a vários paladares !!!!
uma frustração: não ter morado em Paris, mas ainda farei isso… um desejo também
a Mara Mello é: doce, mas não muito doce. Criativa e simples, inovadora mas também tradicional!!!

Mara, obrigada pela entrevista, pela atenção. Desejo muito mais sucesso e prosperidade em seu trabalho! Quem quiser te encontrar pelas redes sociais, saber mais sobre seus doces, quais os contatos?

Mara Mello
site: maramello.com.br
Tel. 3071-3770/3079-3228
facebook: /patisseriemara.mello

entrevista: Essência Studio

fotos: divulgação