É um livro de receitas? Também… Um discurso em louvor ao doce? Com certeza! Mas também um panorama socioeconômico do século XIX? Sim, porque não?

Dicionário do Doceiro Brasileiro fala sobre a construção do paladar de uma nação formada por colonizadores, escravos e imigrantes. Fator de união mas também um elemento que diferencia tão bem as regiões brasileiras e confere características peculiares, formando uma grande riqueza nacional.

IMG_1025

São mais de 900 receitas pelas quais o leitor navega entre aspectos econômicos, tendências regionais e matizes étnicas, fazendo uma grande ligação com o passado e com as gerações que contribuíram para a formação da sociedade que hoje vivemos.

O livro abre com um texto de Raul Lody, antropólogo e organizador do livro, contando brevemente a história do açúcar e sua importância econômica e segue com receitas simples e que fizeram parte do repertório brasileiro em uma época na qual a cozinha era bastidor de delícias devoradas sem medo ou culpa.

Você sabe o que é bolo Bahia, bolo Carioca, fruta de seringa e pudim abolicionista? Pois esse livro traz uma riqueza imensurável para todos que desejam se aprofundar um pouco mais na doçaria brasileira que aos poucos vem se convertendo em confeitaria.