O Bem casado é um doce muito popular no Brasil que simboliza uma predestinação humana: o encontro e a união (representada pela junção de duas bolachas de pão de ló com um recheio que significa o respeito mútuo) de um casal na formalização do casamento.

Há quem diga que o bem casado teria surgido por iniciativa das meninas nos batizados de suas bonecas. Mais tarde o doce chegou à mesa dos aniversários de verdade até ascender às festas de casamento, a pedido das próprias noivas que incorporaram o doce por óbvias razões sentimentais.

Hoje o doce das festinhas de boneca e aniversário ganhou espaço não só em casamentos (para compartilhar a união e o amor eterno) como nascimentos (para dar boas-vindas e desejar ao bebê uma vida feliz e cheia de saúde), festas corporativas (para desejar prosperidade e fortuna) e de debutantes (para celebra a juventude eterna).

Muitos autores sustentam a origem lusitana do doce, que é comprovada pelo tipo de massa utilizada – o pão de ló; e também pelo recheio original – ovos moles. No Brasil a substituição por doce de leite foi imediata, assim como outros recheios feitos com leite condensado.

Segunda a tradição, para garantir uma união feliz, o casal deve oferecer um bem-casado a cada convidado, e a todos que saborearem esse doce estarão abençoados com a mesma sorte e felicidade!

Lenda ou não é melhor garantir o seu bem casado e levar uma bolsa maior na próxima festa de casamento ou um paletó cheio de bolsos!!!

Receita de Bem Casado tradicional