O Essência está em clima de férias – mesmo que por aqui o trabalho continue, o som ambiente é de crianças se divertindo e mães malucas em encontrar atividades para os pequenos queimarem tanta energia!

É uma delícia essa época da vida em que o tempo parece ser eterno! Acordar a hora que se quer e encontrar o café da manhã prontinho para ser devorado, sair para brincar até o almoço ficar pronto e então, depois de um cochilinho bem gostoso acordar para comer de novo!

Minhas lembranças dessa época são doces – como não poderia deixar de ser – recheadas de lanches suculentos. Após um longo dia na piscina, uma mesa repleta de coisas gostosas, aguardava eu e meus primos – com bolo de banana, lanchinhos e sucos. Era entrar na cozinha e sentir aquele cheirinho delicioso de bolo assando para eu já ficar de butuca!!!

randomico3

Crème caramel (pudim de leite clássico)

E o pudim da minha mãe? Controlado, ela só fazia em momentos especiais da vida: férias ou Natal. Mesmo que pedíssemos, implorássemos pelo pudim, ela só fazia em datas pré-determinadas. Ainda bem, com isso o doce se tornou um marco na família, e uma lembrança mais do que especial!

Cada um de nós tem histórias para contar, lembranças gostosas para serem compartilhadas! Por isso essa semana compartilho com você o gostinho doce da minha infância através das receitas do meu bolo perfeito de banana caramelada (perfeito exatamente por vir recheado de lembranças boas!) e um pudim de leite clássico, sem leite condensado.

Para deixar tudo mais rico, divido a história do bolo de banana e as razões para ele se tornar não só o bolo n° 1 da minha lista, como perfeito em todos os sentidos (os meus, pelo menos!), e também um artigo super bacana no Escola de Confeitaria sobre os tipos de bananas que encontramos no Brasil – a fruta símbolo de tanta discórdia, mas deliciosa! Uma das minhas preferidas!!!

randomico

meu bolo perfeito de banana caramelada

Além disso férias significa mais visitas ao sítio, a casa dos avós, subir em árvore, ralar o joelho. (Será que ainda é assim?) Isso tudo me lembra os pés de limão cravo que alaranjavam as ruas no interior onde meus avós moravam e onde hoje, moram meus pais. Limão rosa, cravo, cavalo, caipira, galego… tantos nomes e quantas lembranças! Tem artigo sobre ele também, lá na nossa escola!

Por fim a indicação do Na Estante da semana não poderia ser diferente. J. A. Dias Lopes é um jornalista cheio de histórias incríveis para contar sobre nossa curiosa culinária, referência mais que presente nas pesquisas do Essência. Vale a pena conferir!

limão cravo (1)

colher limão cravo nas férias, lembranças cheias de aroma!

No mais, aproveite as férias com os pequenos e ajude-os a cultivar lembranças, cheias de doces momentos!