A Sofia tem aquela pontinha de timidez escondida por trás de lábios vermelhos e um cabelo lindamente cacheado. O tipo de autenticidade que admiro. E não é à toa que virei fã de seu trabalho e hoje já coleciono uma boa quantidade de peças!

Essa mulher comanda de peito aberto – com o coração em chamas – a Olive cerâmica. Conceito, compra, produção, venda, ideias, tudo! Pouco a pouco vai descobrindo sua identidade e criando peças icônicas como a Jarra da Xuxa – que é sucesso de vendas! 

Conversei com ela em seu atelier de Pinheiros, que divide com outros artistas – enquanto pude fotografar em detalhes seu lindo trabalho. Confira!

Oi Sofia! Você pode se apresentar?

Meu nome é Sofia, eu sou de Ribeirão Preto, moro em São Paulo desde 2006 e sou formada em Propaganda e Marketing.

Como você descobriu a cerâmica?

Eu trabalhava com publicidade e andava super infeliz. Resolvi sair da agência onde estava, pegar alguns ‘freelas’ e ir atrás de cursos de temas que me interessassem. Comecei com jardinagem, fiz alguns cursos nessa área e pensei em montar uma floricultura com vasinhos diferentes. Já tinha pensado em cerâmica, mas nada muito sério. Como estava nesse momento resolvi fazer uma aula de qualquer forma para ver como era, e quando fiz me apaixonei. A ideia da floricultura mudou e acabei mantendo só a parte da cerâmica. No começo até que fazia mais vasinhos pra suculentas e plantinhas, e com o tempo fui começando a fazer mais utilitários.

O que a inspira para criar suas peças?

Um pouco de tudo. No começo acabava me inspirando por cerâmicas mesmo, via tudo que era possível criar e ficava viajando nisso. Hoje em dia minha inspiração vem de outras coisas, pode ser uma cor, um formato, um filme, um movimento. Depois de me aprofundar na cerâmica consigo sempre ver uma maneira de traduzir minhas inspirações por esse meio.

Qual o momento mais incrível de todo esse tempo dedicado à profissão?

Poxa, foram tantos! Minha primeira feira, meu primeiro ateliê, a primeira peça que saiu numa produção legal, a primeira vez que apareci numa revista, minha primeira lojinha. É simplesmente delicioso ver esse trabalho todo dando frutos.

Hoje o objetivo da Olive é atender qual tipo de público?

Não tenho um tipo de público específico, mas já percebi que grande parte do meu público são pessoas que estão preocupadas com consumo consciente. Eu sou uma pessoa e empresa, e com isso tenho que conseguir sustentar os gastos da minha vida e também todos os gastos do meu ateliê, que numa cidade como São Paulo acabam sendo super altos. Nunca conseguiria ter um custo competitivo com a cerâmica industrializada e acho que o público da Olive é exatamente o tipo de pessoa que prefere pagar um pouco mais, justamente por estar comprando de um pequeno produtor local.

Dentre todas as peças que já produziu, tem alguma que mais marcou ou tornou-se sua preferida? Por quê?

A jarra da Xuxa! Quando fiz essa jarra levei para uma feira e algum cliente olhou e falou que parecia a nave da Xuxa. Como a jarra é rosa, imediatamente ela ganhou o nome da jarra da Xuxa. Hahaha. Ela é uma das peças que eu mais gosto, criei um dia super sem querer, sem planejamento, e naturalmente saiu uma peça que tem bem a minha cara e desde então é uma das minhas favoritas.

Existe algum barro especifico para você, alguma matéria prima primordial? Como funciona todo o seu fluxo de trabalho hoje?

Eu trabalho com um barro chamado tabaco. É o próprio barro que tem as pintinhas pretas que aparecem através do esmalte. Eu sei que não sou a única a trabalhar com ele, mas sinto que as peças que eu faço nele, com os esmaltes que uso, já viraram minha marca registrada.

Meu fluxo de trabalho é bem intenso. Como toda a parte de produção eu faço sozinha, grande parte do tempo eu acabo trabalhando bem mais do que quando trabalhava em agência antes, mas obviamente, é incomparável trabalhar para construir meu próprio negócio.

E qual o seu maior propósito com a Olive?

A Olive é meu plano de vida. Eu quero que ela cresça e amadureça junto comigo. Quero poder ter uma vida plena onde eu consiga que minha empresa funcione de uma madeira correta com o mundo, de uma maneira leve, assim como quero que minha vida seja.

Sofia, muito obrigada pela entrevista! Você pode deixar o contato do seu ateliê para quem quiser saber mais sobre o seu trabalho?

Claro! O contato pode ser por email ou telefone:

contato@oliveceramica.com.br

11. 97274 6175

E meu trabalho pode ser visto pelo instagram também: @oliveceramica