Quando a Joyce me pediu para montar uma playlist sobre a confeitaria Escribà, o caminho mais simples seria procurar músicas que falassem sobre bolos, chocolates e Barcelona. Mas seria injusto com artistas que transformam alimentos em grandes obras de arte!

Por isso, após ler sobre ele e sua brasileiríssima esposa Patricia Schmidt e analisar algumas de suas obras, lembrei dos quadros surrealistas de Salvador Dalí, das viagens de LSD dos Beatles e de todos os artistas que fazem obras livres de amarras e preconceitos. Por isso a playlist de hoje vai reverenciar a inovação, a psicodelia e a liberdade. Espero que gostem!

Ao ver um bolo gigante de Escribà com o formato de um elefante (dá uma olhada aqui), por algum motivo que não é possível explicar (toda grande obra faz isso com a gente), lembrei do clipe de “Tonight, Tonight” do The Smashing Pumpkins. O que vale aqui não é a música, mas sim o vídeo recheado de cenas surrealistas. Se Salvador Dalí fosse chamado para dirigir um vídeo, o resultado seria esse!

E o que falar de uma música cujo título em português é “Eu sou a Morsa”? Magical Mistery Tour, junto com o Álbum Branco, representam a fase mais psicodélica dos Beatles, com muito experimentalismo e joias raras como “I am The Walrus”. Foi uma fase colorida e que casa bem com os bolos de nossos homenageados.

E não dá para falar de inovação sem citar o álbum The Wall, do Pink Floyd. “Comfortably Numb” pode significar muitas coisas, mas em nossa playlist representa nosso olhar anestesiado com tantas cores, formas e açúcar!

“Mercy Street”, do Peter Gabriel, está aqui por um motivo muito especial. Assim como Escribà, Peter Gabriel inovou como músico. Largou uma carreira de sucesso como vocalista do Genesis alegando que estava “fácil demais” e foi atrás de outros sons. Pois Escribà se inova como artista a cada dia sendo hoje capaz de até explodir bolos! (Podem pesquisar que é verdade. Nosso amigo explode bolos!)

foto livro Escribà, la arte de convertir la pastelería em ilusión

foto livro Escribà, la arte de convertir la pastelería em ilusión

Terminando nossa playlist, gostaria de deixar para vocês uma pergunta: vocês são livres? Escribà jogou todas as convenções para o alto e fez algo único, algo que apenas uma pessoa de alma livre é capaz de fazer. A Patrícia pegou as malas nas mãos e foi viver dois grandes amores em Barcelona (a confeitaria e seu marido, Escribà).  Quem aqui nunca fez uma loucura? Pois da próxima vez que for aprontar algo, aproveite para ouvir “I’am free” do grupo Soup Dragons. Quem sabe você não é flagrado explodindo bolos por aí… Beijos do DJ e até a semana.