Pular para o conteúdo
Início » Como Fazer Bolinho de Chuva sem Glúten?

Como Fazer Bolinho de Chuva sem Glúten?

Compartilhe ; )

Para quem tem restrições alimentares ou busca uma opção mais saudável, apresentamos a versão sem glúten desse delicioso bolinho. Além disso o bolinho de chuva é um clássico irresistível da culinária brasileira, perfeito para tardes chuvosas e momentos de conforto. Fácil de preparar e tão saboroso quanto o tradicional, essa receita é ideal para todos aproveitarem. Vamos aprender como fazer?

Quais são os Benefícios da Versão Sem Glúten?

  • Adequado para Celíacos: Esta versão é perfeita para quem tem doença celíaca ou sensibilidade ao glúten, permitindo assim que todos aproveitem essa delícia sem preocupações.
  • Ingredientes Nutritivos: Farinha de arroz, fécula de batata e polvilho doce são alternativas saudáveis às farinhas tradicionais, ricas em nutrientes e facilmente digeríveis.
  • Versatilidade: A receita pode ser adaptada com leite vegetal para uma versão sem lactose, tornando-se ainda mais inclusiva.

Bolinho de Chuva sem Glúten

Camila Loeper
Experimente o bolinho de chuva sem glúten: uma versão deliciosa e inclusiva do clássico, perfeita para todos!
Tempo Total 1 hour
Refeição Café da Manhã, cafe da tarde, Lanche, Sobremesa
Culinária Brasileira, Portuguesa
Serve 14 porções
Calorias 2.135 kcal

Equipamento

  • Tigela
  • Panela para fritar

Ingredientes
  

  • 1 xícara chá de farinha de arroz
  • 4 colheres sopa de amido de milho
  • 4 colheres sopa de polvilho doce
  • 2 colheres sopa de açúcar refinado
  • 1 colher chá de fermento em pó
  • meia colher chá de sal
  • 1 ovo
  • meia xícara chá de Leite Líquido Integral
  • óleo vegetal para fritar
  • açúcar e canela para polvilhar

Instruções
 

  • Em uma tigela, misture a farinha de arroz, o amido de milho, o polvilho doce, o açúcar, o fermento em pó e o sal.
  • Em outra tigela, bata ligeiramente o ovo e adicione o Leite Líquido NINHO Forti+ Integral. Misture bem com a espátula.
  • Adicione a mistura líquida aos ingredientes secos e mexa até obter uma massa homogênea.
  • Aqueça o óleo em uma panela ou frigideira funda, em fogo médio.
  • Com o auxílio de uma colher de chá, pegue pequenas porções de massa e coloque no óleo quente. Frite os bolinhos até dourarem, virando-os para que fiquem uniformemente cozidos.
  • Retire os bolinhos de chuva com uma escumadeira e coloque-os em um prato forrado com papel toalha, para absorver o excesso de óleo.
  • Em outro prato, misture açúcar e canela em pó. Passe os bolinhos ainda quentes nessa mistura, para polvilhá-los.
  • Sirva os bolinhos de chuva ainda quentes, pois são mais saborosos dessa forma. Aproveite!
Keyword bolinho de chuva sem glúten, receita de bolinho de chuva

Dicas para o Bolinho de Chuva Perfeito

  • Temperatura do Óleo: Mantenha o óleo em uma temperatura constante para evitar que os bolinhos fiquem crus por dentro ou queimados por fora. Teste com um pequeno pedaço de massa antes de fritar os bolinhos.
  • Variedades: Experimente adicionar raspas de limão ou laranja à massa para um sabor extra.
  • Acompanhamento: Sirva os bolinhos de chuva sem glúten com doce de leite, geleia de frutas ou até mesmo uma calda de chocolate para um toque especial.

História e Origem do Bolinho de Chuva

Origem Portuguesa

O bolinho de chuva tem suas raízes em Portugal, onde doces similares como “sonhos” e “filhós” são preparados especialmente durante festas. Os colonizadores portugueses trouxeram essa receita para o Brasil e assim adaptaram-na com ingredientes locais.

Adaptação Brasileira

No Brasil, o bolinho de chuva se tornou um clássico, frequentemente preparado por avós e mães para crianças em dias chuvosos. Sua simplicidade e versatilidade permitiram várias adaptações, como versões com chocolate ou leite em pó.

Tradição Familiar

O bolinho de chuva é mais do que um doce; é um símbolo de carinho e momentos em família. Associamos ele a memórias de infância e sentimentos de nostalgia, tornando-se uma conexão emocional para muitos brasileiros.

Curiosidades

  • Nome Curioso: O nome “bolinho de chuva” surgiu devido à tradição de preparar esses doces em dias chuvosos.
  • Similares pelo Mundo: Várias culturas têm suas próprias versões de bolinhos fritos, como os donuts nos Estados Unidos e os churros na Espanha.
  • Popularidade em Festas: No Brasil, os bolinhos de chuva também são populares em festas juninas, celebrando assim tradições rurais com muita comida típica e alegria.

Conclusão

Os bolinhos de chuva sem glúten são uma deliciosa variação do clássico bolinho de chuva, acessível a todos, inclusive para aqueles com restrições alimentares. Fáceis de preparar e com ingredientes simples, são a escolha perfeita para qualquer ocasião, então experimente esta receita e desfrute de momentos saborosos com seus amigos e familiares.

Não se esqueça de conferir outras receitas no nosso blog e compartilhar conosco suas fotos e experiências fazendo essa delícia!

Perguntas Frequentes

Posso substituir a farinha de arroz por outra farinha sem glúten?

Sim, você pode experimentar com farinha de amêndoa, farinha de coco ou qualquer outra farinha sem glúten de sua preferência. Apenas ajuste a quantidade de líquido conforme necessário.

Como armazenar os bolinhos de chuva sem glúten?

Guarde os bolinhos em um recipiente hermético à temperatura ambiente por até dois dias. Além disso para mantê-los frescos por mais tempo, armazene na geladeira e aqueça no forno antes de servir.

Posso assar os bolinhos de chuva sem glúten?

Sim, você pode assar os bolinhos em formas de mini-muffins em forno pré-aquecido a 180°C por cerca de 15-20 minutos. A textura será um pouco diferente, mas ainda assim deliciosa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recipe Rating