Pular para o conteúdo
Início » Deliciosa Receita Tradicional de Folar da Páscoa: Um Símbolo Gastronômico

Deliciosa Receita Tradicional de Folar da Páscoa: Um Símbolo Gastronômico

A Páscoa é uma época de celebração e tradição, e uma das tradições culinárias mais apreciadas é o Folar da Páscoa. Este pão doce, recheado de significado simbólico e sabor autêntico, é uma iguaria que remonta a séculos de história. Vamos explorar a arte de fazer um Folar da Páscoa delicioso e compartilhar uma receita tradicional que pode ser apreciada por toda a família.

Veja também:

Ovo de Páscoa Infantil: Diversão e Sabor em Cada Mordida

Receita de Ovo de Páscoa Caseiro: O Prazer de Fazer e Compartilhar

História e significado

O Folar da Páscoa tem suas raízes em tradições antigas, que remontam à Idade Média, originalmente era um pão feito para comemorar o fim da Quaresma, período de jejum observado pelos cristãos. Sua forma e ingredientes variam de região para região, mas em geral é um pão enriquecido com ovos, azeite, e às vezes, especiarias. Na tradição portuguesa, por exemplo, é comum encontrar Folar da Páscoa recheado com carnes, presunto ou até mesmo ovos cozidos.

O Folar da Páscoa não é apenas uma delícia gastronômica; também carrega um profundo significado simbólico. Os ingredientes utilizados, como ovos e farinha, simbolizam a fertilidade, o renascimento e a abundância, conceitos intrinsecamente ligados ao espírito da Páscoa.

Variações e sugestões

  • Você pode adicionar amêndoas ou nozes picadas à massa para uma textura extra.
  • Experimente substituir parte do açúcar por mel para um toque de doçura diferente.
  • Para uma versão mais tradicional, você pode adicionar carnes como presunto ou linguiça à massa.
  • Decore seu Folar da Páscoa com amêndoas inteiras ou açúcar em grãos antes de assar para um toque decorativo.
uma prato com um folar da páscoa pronto para servir.

Folar da Páscoa

Berenice
O segredo da Páscoa está na massa do Folar, onde cada ingrediente traz consigo uma história de renovação e tradição.
Total Time 30 minutes
Course Café da Manhã, cafe da tarde, Lanche
Cuisine Portuguesa
Servings 10 porções
Calories 293 kcal

Equipment

  • 1 Tigela
  • 1 colher
  • 1 taça
  • 1 Forma
  • 1 pincel

Ingredients
  

  • 40 g Fermento de padeiro
  • 500 g Farinha de trigo
  • 100 ml Leite morno
  • 100 g Açúcar
  • 75 g Margarina
  • 1 colher de café de Canela em pó
  • 1 colher de café de Erva-doce em pó
  • 1/2 cálice Aguardente
  • 2 Ovos
  • Sal opcional q.b.
  • 2 Ovos cozidos
  • Gema de ovo para pincelar q.b.

Instructions
 

  • Misturar o fermento com 100 g de farinha e adicionar metade do leite.
  • Mexer até formar uma massa que se solta da tigela e das mãos (se necessário adicionar o leite todo).
  • Numa taça, colocar a restante farinha e fazer um buraco no centro, colocar aí a massa do fermento, ao redor desta pôr o açúcar, a margarina cortada em cubinhos, a canela, a erva-doce, a aguardente e os ovos levemente batidos com um garfo (se colocar sal, adicione-o aos ovos).
  • Amassar tudo muito bem até que a massa se despegue da taça, e batê-la na mesa de trabalho umas 15 a 20 vezes até ficar com uma consistência fofa e elástica.
  • Passar uma taça por água a quente e limpá-la muito bem, colocar lá dentro a massa, polvilhar com farinha, tapar e colocar num local morno (embrulhei a taça num cobertor).
  • Deixar levedar até duplicar de volume, entre uma e duas horas.
  • Retirar um pouco de massa para a decoração e dividir a restante massa em duas porções iguais formando duas bolas como se faz com o pão, achatar um pouco, colocar no meio um ovo cozido, decorar com rolinhos de massa por cima do ovo (coloquei só em forma de cruz).
  • Levar ao forno quente a 200 ºC durante cerca de 30 minutos.
  • Ao fim de dez minutos cobrir com papel de alumínio para não queimar, a cinco minutos do final, retirar o tabuleiro do forno e pincelar os folares com uma gema de ovo misturada com um pouco de leite.
  • Levar de novo ao forno para acabar de cozer, se necessário colocar de novo a folha de alumínio.
Keyword folar da páscoa, receita de folar, tradições antigas

Conclusão

O Folar da Páscoa é mais do que apenas um pão; é uma tradição que une famílias e comunidades em torno da mesa. Com esta receita tradicional, você pode celebrar o espírito da Páscoa e criar memórias deliciosas com seus entes queridos. Que este Folar da Páscoa traga alegria, prosperidade e muitos momentos felizes à sua celebração. Feliz Páscoa!

Perguntas frequentes

Por que o folar tem um ovo?

O ovo presente no folar simboliza a vida e a ressurreição. Na tradição cristã, o ovo é um símbolo da Páscoa que representa a promessa de vida nova, refletindo o significado da ressurreição de Cristo. Incorporar um ovo ao folar, especialmente quando este é decorado ou inteiro com casca, é uma maneira de enfatizar esses temas de renovação e esperança durante as celebrações pascais.

Como conservar folar?

Para conservar o folar e mantê-lo fresco por mais tempo, envolva-o em um pano de prato limpo ou papel alumínio e guarde-o em um local fresco e seco, longe da luz direta do sol. Se preferir, você também pode armazená-lo em um recipiente hermético para preservar sua umidade. Geralmente, quando bem armazenado, o folar pode durar até uma semana.

Por que se come folar na Páscoa?

Comer folar na Páscoa é uma tradição que remonta a séculos em muitas culturas, especialmente em Portugal, onde o folar é um pão doce ou salgado que se oferece como símbolo de amizade e reconciliação. Durante a Páscoa, o ato de presentear ou compartilhar folar com familiares e amigos é uma expressão de bons desejos, bençãos e a celebração da vida e da ressurreição, princípios fundamentais desta época festiva.

O que é o folar da Páscoa?

O folar da Páscoa é uma iguaria tradicionalmente consumida e compartilhada durante as celebrações pascais em vários países, notavelmente em Portugal. Existem duas variantes principais: o folar doce, enriquecido com ovos, açúcar e especiarias, e o folar salgado, que pode conter carnes como chouriço ou presunto. Independentemente da versão, o folar carrega um forte simbolismo de renovação, partilha e comunhão, sendo um elemento central nas mesas de Páscoa de muitas famílias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Recipe Rating